domingo, 14 de outubro de 2018

Bella Ciao | La Casa de Papel (Letra en español e italiano)

Bella Ciao 
(adaptação L.C.Tollstadius)


Na primeira noite, se aproximam     
roubam uma flor do seu jardim. 
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Depois se mostram, 
Já não se ocultam
Estão em Grupo e dizem assim:
"Nós temos armas, nós temos força!" 
e pisoteiam as flores até o fim.
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
No nosso muro, lado de fora
acrescentam uma inscrição.
Mas os vizinhos, não fazem nada
Ninguém resiste a opressão
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Não foi com eles, não há protesto
Dizem punir  "corrupção"
Tome cuidado, não caia nessa
Você é o proximo, 
que vai tombar nessa ilusão. 
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Até que um dia, um só facista
Entra sozinho 
Entra sozinho (sem multidão) 
Em minha casa, sem permissão
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao

Segunda parte

Hora Matutina,  Sono despertado
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Hora Matutina, me Levantei
Travei contato com invasor
O partidário da resistencia
Porta minha vida em suas fileiras
E me torna um lutador
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus, adeus!

O partidário da Resistência, 
(Partigiani - Partisano - Partisan)
Eu vou Contigo, Leve-me embora
Porque sinto que vou morrer
Se não combato, Se Não resisto
Já estou morto sem saber
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Se eu morrer na Resistência
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
E se eu morrer na Resistência
Você deve me enterrar
E me enterre no alto das montanhas
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus, adeus!

E me enterre no alto das montanhas
Sob a sombra de uma bela flor
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Todas as pessoas que passarem
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Todas as pessoas que passarem
Me dirão: Que bela flor!
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
E essa será a flor da Resistência
Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus, adeus!
E essa será a flor da Resistência
Daquele que morreu pela liberdade
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Essa é a flor da Resistência
Do que morreu por seu jardim!