domingo, 14 de outubro de 2018

Bella Ciao | La Casa de Papel (Letra en español e italiano)

Bella Ciao 
(adaptação L.C.Tollstadius)


Anoiteceu e se aproximam     
roubam uma flor do seu jardim. 
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Depois se mostram, 
Já não se ocultam
A luz do dia dizem assim:
"Nós temos armas, 
nós temos força!" 
Pisam nas flores até o fim.
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
No nosso muro (lado de fora)
Pintam ousados uma inscrição.
Mas os vizinhos, não fazem nada
Ninguém resiste a opressão
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao

Acomodados, sem resistência
Dizem punir  "corrupção"
Tome cuidado, pra violência
Basta uma simples acusação.

Um passo fora do que eles querem
Sê vira alvo sem saber
Tenha ciência, corre perigo, 
Vira inimigo na TV

O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao


Até que um dia, um só facista
Entra sozinho 
Entra sozinho (sem multidão) 
Entra sozinho Em sua casa, 
Entra sozinho sem permissão
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao


Segunda parte

Já é Matina,  eu acordei
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Já é Matina, me Levantei
Travei contato com invasor
Ó Partidário da resistência
Quero minha vida em seu favor
Um "Partisano" eu quero ser
Eu escolhi ser lutador
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus, adeus!

O Partidário da Resistência, 
(Partigiani - Partisano - Partisan)
Eu vou Contigo, Leve-me agora
Porque eu sinto que vou morrer
Se não combato, Se eu Não resisto
Já estou morto sem saber
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Mas se eu morrer na Resistência
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
E se eu morrer na Resistência
Você deve me enterrar
E me enterre no alto das montanhas
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus, adeus!

E me enterre no alto das montanhas
Sob a sombra de uma bela flor
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Todas as pessoas que passarem
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Todas as pessoas que passarem
Me dirão: Que bela flor!
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
E essa será a flor da Resistência
Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus, adeus!
E essa será a flor da Resistência
Daquele que morreu pela liberdade
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao
Essa é a flor da Resistência
Do que morreu por seu jardim!






Nenhum comentário: