domingo, 4 de outubro de 2015

China jamás apoyará a Estados Unidos para atacar a Siria - 2015

Forças Aéreas da Rússia combatem o terrorismo na Síria

Leia mais: http://br.sputniknews.com/fotos/20151006/2330180/Russia-forca-aerea-combate-terrorismo-Siria.html#ixzz3o1R3XDGs


http://correiodobrasil.com.br/china-transporta-contingente-militar-e-armas-para-siria/

China não tem pressa de intervir na situação na Síria

"Ao que tudo indica, a China não forneceu ajuda técnico-militar ao governo de Bashar Assad desde o início da guerra – mas forneceu uma igualmente importante ajuda econômica em forma de empréstimos em condições favoráveis."


Desde o início da operação militar russa contra o Estado Islâmico na Síria, a mídia mundial, principalmente a israelense, publicou informações sobre a prontidão da China de intervir no conflito.

No entanto, a chancelaria da China declarou na quinta-feira (8) que nada sabe sobre a possibilidade de participação da Força Aérea chinesa na operação contra o Estado Islâmico na Síria.
Todas as publicações da mídia feitas após o início da operação russa parecem muito pouco plausíveis. O especialista Vasily Kashin, do Centro de Análise das Estratégias e Tecnologias comentou esta questão à Sputnik.
Segundo ele, a mídia menciona o porta-aviões chinês Liaoning, que supostamente estaria navegando rumo às costas da Síria e pronto para usar os seus caças J-15.
“Isso é claramente ficção, é óbvio. Os chineses consideram o porta-aviões Liaoning principalmente como um navio experimental e de treinamento, de acordo com um representante do Ministério da Defesa da China.”
Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20151009/2379695/china-siria-estado-islamico.html#ixzz3o98v5EsJ

Nenhum comentário: