domingo, 25 de outubro de 2015

VIOLÊNCIA NÃO É SOLUÇÃO!

Quem nunca ouviu a expressão "cadeia no Brasil é para os três 'pês': preto, pobre e prostituta"? Pois bem. O subprocurador-geral da República Wagner Gonçalves também concorda com o dito popular. Em entrevista ao Contas Abertas, ele afirma que, infelizmente, há uma grande lacuna entre os que podem pagar bons advogados e os mais desfavorecidos econômica e socialmente.
https://oab-rj.jusbrasil.com.br/noticias/802697/subprocurador-da-republica-cadeia-no-brasil-e-para-preto-pobre-e-prostituta



STF DA REPRESSÃO E DA ESCRAVIDÃO: 
PRISÃO FOI FEITA PARA OS POBRES!


ACABANDO COM AS GARANTIAS FUNDAMENTAIS!
O empoderamento da Classe Produtora, ou seja, dos trabalhadores,  é o único meio de se frear a violência urbana (e rural) e único meio de melhorar o próprio Brasil.  Mas isso vai contra a agenda do PSDB!
Não me venha falar em educação e policiamento como solução, antes da satisfação das necessidades básicas: alimentação e saneamento (pilares da sobrevivência).



Só após a população ter as necessidades básicas que lhes garantam a sobrevivência, só depois disso -lá na ponta- a questão da violência será de fato resolvida.

Sempre que falamos em Crimes, pensamos em tratar com religião, moral, educação, leis, polícia, prisões...  
São boas ferramentas emergenciais no combate da "Violência", mas não tem sustentabilidade. Essa abordagem é exclusivista e centralizada num único aspecto: o controle!

É pura repressão, tipo "vigiar" e "tutelar".  Esse modelo não se sustenta, pois depende sempre da atuação e da presença de terceiros que limitem as ações criminosas, que impeçam a violência.
Ou seja:  Se o Gato não está, os Ratos fazem a festa!

A questão da violência é mais complexa e não pode ser resolvida ou diminuída dessa forma.  Exige garantir a justiça social mínima, que permita o aflorar natural das capacidades já pré-existentes, potenciais e latentes em cada indivíduo, que assim conquistará, por si só, a sua plena e merecida autonomia econômica.

Na sequência, trilhando por esse caminho, se tornará quase inevitável a construção de uma outra autonomia, a consciência cidadã.  Esta sim é sustentável, permite o desviar do crime e o ingresso na participação social e política. 

Se nem todos se desviarão da criminalidade e da violência, dessa forma, e precisarão serem controlados, creio que a maioria irá escolher essa forma: a da autonomia.

Vou explicar de outro jeito: 
Violento é aquele que foi muitas vezes violentado!

Dar poder aos pobres, é facilitar a realização de alguns de seus sonhos, concretizar seus pequenos e humildes sonhos:  ter uma casa, ter estudo para os filhos, ter um salário mínimo...



Nessa idéia social, Dilma e Lula, antes de buscar uma Pátria Educadora,  combateram primeiro a miséria, fome, desemprego e a valorização dos salários.  Criaram as possibilidades materiais, na crença de que todos tem igual potencial, só não desenvolvem por falta das mesmas oportunidades de realização.  



Na contramão da hipócrita Meritocracia,  pensamento de direita que assegura que as chances já são iguais e sempre foram, a diferença está no esforço e dedicação de cada um:

quem merece chega, quem não merece... não chega!


Meritocracia existe?
No artigo "Meritocracia hereditária", a revista The Economist reuniu estudos feitos nos Estados Unidos sobre a ideia de que a meritocracia não é mais a única responsável pelo sucesso de um indivíduo.
Outros fatores seriam mais importantes que o esforço individual. 

Veja o artigo aqui: http://econ.st/2c60BAv
Assista aqui um debate sobre o assunto: https://youtu.be/EDv1mqX7Xes
Créditos: Univesp TV




http://www.pragmatismopolitico.com.br/2016/09/texto-de-juiza-que-desnuda-os-mitos-da-meritocracia-viraliza-nas-redes-sociais.html
O discurso embasado na meritocracia desresponsabiliza o Estado e joga nos ombros do indivíduo todo o peso de sua omissão e da falta de políticas públicas. A meritocracia naturaliza a pobreza, encara com normalidade a desigualdade social e produz esquecimento – quem defende essa falácia não se recorda que contou com inúmeros auxílios para chegar onde chegou.




Numa esquematização grosseira, as condições que devem ser proporcionadas (PELO ESTADO), pavimentando o caminho da realização, contrário ao da violência, o caminho da  CIDADANIA  (com democracia):

1-agricultura orgânica familiar (REBANHOS E PESCA)
2-alimentação 3-energia/saneamento 4-saúde 5-educação
6-segurança pública 7-sobrevivência 8-assistência jurídica
9-direitos humanos 10-engajamento 11-organização
12-trabalho/produção 13-autonomia econômica 14-lazer 
15-justiça social 16-informação 17-consciencia cidadã
18-sindicatos/partidos 19-participação social e política


A cereja do bolo é a participação política/social(19), mas tudo começa com o pão-nosso-de-cada-dia: agricultura familiar (1), ou seja, na produção de alimentos orgânicos (mais rebanho e pesca) essa é a base de uma boa vida para os brasileiros.  E isso inclui, reforma agrária:  uma questão que antecede a exploração da terra, a posse da terra!

Outra solução para produção agrícola é a hidroponia, que permite plantio sem uso de terra em pequenos espaços, mas só serve para hortaliças. Outros produtos não se dão tão bem com essa técnica.

O SOLO PÁTRIO - BRASIL - PRECISA SER DIVIDIDO (COM UM MÍNIMO DE JUSTIÇA):  TODOS TEM DIREITO A UM LUGAR AO SOL!




Vejam que o enfrentamento da questão "violência" só pode ser resolvido, de forma sustentável, após uma consciência cidadã!
Mas como isso é possível, já que nos eventos dependentes, ela é o número 17 e segurança pública é o ítem 6???  
Vejam:
1-agricultura orgânica familiar (REBANHOS E PESCA)
2-alimentação 3-energia/saneamento 4-saúde 5-educação
6-segurança pública 7-sobrevivência 8-assistência jurídica
9-direitos humanos 10-engajamento 11-organização
12-trabalho/produção 13-autonomia econômica 14-lazer
15-justiça social 16-informação 17-consciencia cidadã
18-sindicatos/partidos19-participação social e política

No ítem Nº 6 - Fala-se da Segurança Pública  (BÁSICA) pela repressão policial contra um povo miserável - desassistido e carente - com necessidades urgentes e ambições de consumo plantadas pela mídia.  Ou seja, trata-se do nível básico da segurança, NÃO O DESEJÁVEL.

No ítem 17 - Consciência Cidadã - Dessa Conscientização, decorre uma segurança pública plena, na forma de Paz Social, com razoável igualdade social, repartição das riquezas!
Uma pacificação num patamar de existência autônoma.  
Onde se encontram satisfeitas as suas múltiplas necessidades. Quase todas necessidades e a compreensão não consumista , de que nem tudo é possível.

Os governos petistas de Lula e Dilma avançaram nessa pacificação social desenvolvimentista que é a única saída real no combate a violência.
A direita, discorda, não acredita nessa solução sustentável como melhor forma.  Até porque suas famílias moram em Miami, fora do Brasil.

Apostam apenas na repressão - veja - (nível 06) e desprezam a consciência (nível 17) portanto querem fortalecer: as polícias militares, ministérios públicos,  armar a população, diminuir idade penal, criar leis cada vez mais severas e construir muitos presídios.  Lógico que tudo isso para os PPPs (pobres, pretos e petistas).



http://www.bbc.com/portuguese/internacional-38530919?ocid=socialflow_facebook

Direitistas do PSDB são contra esse processo de empoderamento das camadas desassistidas [POVO]  e programas sociais.

Existem estudos sérios que dizem que se continuarmos seguindo nesse caminho da direita de simples repressão dos últimos 500 anos (atenuado nos últimos 12 anos) teremos no ano 2060, cerca de 10% de nossa população dentro de presídios.

Os restantes 90%  fica do lado de fora trabalhando para sustentá-los.  Isso mesmo que voce está lendo, de  cada 10 brasileiros, um estará dentro de um presídio.

E vai ficar pior em 2100, quando 40% , quase metade da população vai estar do lado de dentro, na cadeia!


http://justificando.cartacapital.com.br/2017/01/03/o-sangue-derramado-nas-rebelioes-escorre-pelas-maos-de-inumeros-promotores-e-juizes-de-todo-o-pais/

















“Quando não se faz escolas, falta dinheiro para presídios”
disse a ministra Cármen Lúcia, presidente do STF; 
em alusão a Darcy Ribeiro que fez em 1982 uma conferência dizendo:
"se os governadores não construíssem escolas, 
em 20 anos faltará dinheiro para construir presídios."
 O fato se cumpriu. Estamos aqui reunidos diante de uma situação urgente, de um descaso feito lá atrás” 
lembrou a ministra - veja aqui





(STF) A FAVOR DO MP CONTRA DEFENSORES E ADVOGADOS
TRABALHANDO (JUNTOS) NO STF POR UM MP FORTE e DEFENSORIA FRACA: Agenda do PSDB defendida fortemente no Supremo.

Está em votação no Supremo - STF - um projeto para dar Autonomia a Defensoria Pública e equilibrar o poder do Ministério Público Federal, especialista em acusar,  incriminar e prender gente. (pobres, pretos e petistas) 


By Mico-Leão-Dourado
//Luiz CarlosTollstadius
======================== ===================
PIRÂMIDE DE MASLOW - 
Quando as necessidades humanas não são supridas, aparecem sentimentos de frustração, agressividade, nervosismo, insônia, desinteresse, baixa autoestima, pessimismo, resistência a novidades, insegurança e outros!


COMIDA TITÃS - PIRÂMIDE DE MASLOW

Nenhum comentário: