quarta-feira, 18 de maio de 2016

MEIRELES ESTÁ ULTRAPASSADO, SUA POLÍTICA ECONÔMICA É MAIS QUE ANTIQUADA...

MEIRELES ESTÁ ULTRAPASSADO: 
SUA POLÍTICA ECONÔMICA 
É MAIS QUE ANTIQUADA, 
é extremamente perigosa!

Henrique Meireles está ultrapassado. Suas teorias já não mais se aplicam à economia moderna.  Ou melhor, ele não serve para Ministro da Fazenda.

Apesar de ter sido um excelente Presidente do Banco Central, é o que dizem, e também excelente executivo de Bancos Privados, é inapto para ser Ministro da Fazenda. Pois comandar a economia de um país é totalmente diferente de fazer um Banco conseguir grandes lucros.  

A sua experiência e visão empresarial mais atrapalham do que o ajudam, pois tem que conduzir a economia de um país e não de uma empresa.

A principal proposta do novo ministro de Temer, parece ser a implementação de uma política governamental de "austeridade" (economia de custos).  E parece que se utilizará das antiquadas fórmulas dos anos 70 e 80 para administração de empresas:  Reengenharia e downsizing.  


A economia é a base da porcaria!

 
Economia de custos nunca significou gastar menos, significa na verdade, na prática, gastar menos aqui e muito mais ali. Ou seja, gastar mais no final e produzir menos. Essa é a consequência prática em contraste com a teoria.

 
Seria como retirar a metade das engrenagens de um relógio e faze-las em plástico.  Um relógio assim funcionaria melhor?

Seria mais econômico?
Vejamos...
Com um número menor de peças e de material mais barato, vai custar a metade, porém com menos engrenagens funcionaria pior.  Além disso, como não poderá ser vendido pelo mesmo preço, no fim, será total perda de tempo e depreciação da qualidade e da marca.


Nessas práticas ultrapassadas e neo-liberais de administração de empresas de décadas atrás, o que se consegue, na maiorias das vezes, é a completa deterioração das atividades e do produto final.

 
E se esse método administrativo, já não funciona bem nas empresas, o que dirá como receita econômica para um país.


Precisamos distinguir, diferenciar, as práticas da micro e da macro-economia. Pois o que serve "malmente" pra uma corporação dificilmente servirá para uma Nação.

 
E tanto é assim, que em todos os países nos quais foi usada essa velha e surrada receita neo-liberal de "austeridade", tudo foi mal.  


A Europa inteira quebrada e os EUA arruinados são a prova disso. 
Os americanos um pouco menos, porque sua fábrica de dólares sem fundo, o ajudaram a descer a ladeira a baixo um pouco mais devagar. 


Em ambos os casos, foram suas fortes moedas (Euro e Dólar) que barraram a quebra total.


Mas o que aconteceria aqui, no Brasil, com o Real, caso adotássemos esse terrível plano econômico Temer/Meireles tão anos setenta? 


Resposta:
Essas políticas errôneas de "austeridade" (menos custos, mais impostos, juros altos, menores salários e menores benefícios sociais) acaso aplicadas aqui no Brasil, onde não temos uma moeda tão forte (como o Euro e o Dólar) iriam afundar o País de modo total, completo e irreversível.




homens, velhos, brancos e incompetentes
SALVE-SE QUEM PUDER
SE ESSE DESGOVERNO 
INTERINO DO TEMER DURAR!

ByMico
Tollstadius

Leia também:

Economês Não Disfarça a Farsa de Meireles


Para Randolfe Rodrigues, primeiras medidas de Temer são desastrosas e anunciam retrocesso

Nenhum comentário: