segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

William Bonner (JN - Globo) não diz nada sobre Táclan Duran!

MORO CADA VEZ MAIS ENCALACRADO
Por mais que a mídia golpista blinde (e brinde), as zagas dos jornalões está se mostrando impotente para segurar os seus colunistas, cobrando investigações não na Lava Jato, mas da Lava Jato.

Se a Tevê Globo retarda a notícia de que Moro é corrupto, vendedor de sentenças, o jornal O Globo, do grupo, ontem escancarou, e o portal G1, a revista eletrônica do grupo, parece ter dado liberar geral para os seus jornalistas, que estão batendo.
Nas redes sociais o assunto predominante é Tacla Durán e a taclada no togado rabo.

Juristas mais éticos e honestos, menos partidários, têm se pronunciado, exigindo investigação, alguns afirmando que, diante das provas apresentadas, Moro já deveria estar preso.
O silêncio de Moro diz muito, logo ele, falastrão falador.
Este, com certeza, será o assunto dominante nas conversas e discussões da semana, Moro é vendedor de sentença, sua mulher e o padrinho de casamento os intermediários.

Com o assunto já de domínio público, sem ter como esconder, porque vazado das redes sociais e chegando às orelhas de todos, as redes de televisão noticiarão: o nosso herói é igual a uma parcela dos réus que julga, rouba também, com Bonner fazendo cara e bocas com o “furo” de reportagem, como se já não soubesse.

E começará a desconstrução, o desmonte do vendedor de sentenças, manipulador dos autos dos processos, subtraindo documentos e adulterando datas e extratos bancários, a seu bel prazer, para incriminar ou isentar, de acordo com a ideologia do freguês, até então tido por nós como réus, para Moro, mercadorias.

Moro terá o mesmo destino de Collor, Roberto Jefferson, Joaquim Barbosa... Laranjas construídas pelo Globo, descartadas quando não tinham mais o que dar, tornando-se bagaços.
Ontem, nos comentários, afirmei que Moro protocolaria hoje um pedido de licença de um ano, para mais um curso com os seus patrões, nos serviços de inteligência norte-americanos. Errei.
Sabedor do que Tecla Durán falaria e das provas que tinha e apresentou, Moro se antecipou, o pedido de licença foi protocolado na antevéspera, dia 28/11.

Pretende evadir-se e para isso conta com o beneplácito do CNJ e do STF, cúmplices, padrinhos e protetores, mas não será facinho não.

Por investigar empreiteiras e a Petrobras, empresas com negócios em diversos países, a Lava Jato criou braços, tentáculos internacionais, e diversos países, a partir das denúncias feitas pela Lava Jato estão investigando os seus empresários e políticos, com prisões já efetuadas e bens ficando indisponíveis, à disposição da Justiça.

Sabedores que as informações recebidas não são confiáveis, podendo ter induzido a injustiças, esses países deverão se manifestar nas cortes internacionais.

O país mais atingido é a Venezuela, já que sendo a Lava Jato um drone dos Estados Unidos, só mandou para a justiça venezuelana acusações contra homens do governo ou ligados ao governo, isentando os nomes da oposição, ao contrário daqui, onde criminalizou o PT e aliviou os tucanos (só Aécio Neves foi citado 106 vezes, por delatores, sem nenhuma consequência).

Maduro declarou que vai pedir a Durán cópias dos resultados da perícia feita nos documentos que ele apresentou como falcatruas de Moro e, sendo verdadeiros os laudos, e são, quem periciou foi a Justiça espanhola, pedirá a prisão de Moro.

Como está em território brasileiro, Moro não será preso, ficando na situação de Paulo Mafuf: se cruzar as fronteiras, sair do Brasil, a Interpol prende.

Os Marinhos, por causa da corrupção da Globo com a FIFA, deverão logo estar na mesma situação.

Parece que a Lava Jato chegou, finalmente, na corrupção.
Francisco Costa
Rio, 04/12/2017.



CARTINHA ABERTINHA A UM COXINHA ESPERTINHO E INVOCADO
Meu caro coxinha Primeiro você foi Aécio, e eu... Lula. Aí apareceram gravações telefônicas dando conta de propinas, extorsões, ameaças de homicídio... E mais, apareceu helicóptero com meia tonelada de cocaína, e você ficou órfão. E você adotou o Eduardo Cunha, berrando por aí “somos todos Cunha”, e eu... Lula. E vieram contas secretas, offshores, desfalques, propinas, cadeia... E você ficou órfão de novo. E você foi para o MBL, ombreou-se com o Kim Pikapqna e o Holliday numa Nice, se vestiu de Neymar, cultuou um patinho amarelinho... E eu... Lula. Aí você descobriu que o MBL era financiado pelos partidos da direita, pelos empresários que estavam na Lava Jato e poderosos empresários norte americanos. E mais soube, que os donos do MBL estavam ricos, plagiando pastores, postando números de contas bancárias nas redes sociais, e você só depositando... Até chegar o ponto alto, à briga, na justiça, entre o Alexandre Frota e os donos do MBL, não por questões ideológicas ou político-partidárias, mas pela empresa, a rentável MBL, e você ficou órfão outra vez. Veio a condução coercitiva do Lula, na verdade um seqüestro, e você passou a ser o Japonês Bonzinho da Federal, com todo mundo postando “somos todos o japonês bonzinho”, até usou máscara do japonês, no carnaval, lembra? E eu... Lula. Aí você descobriu que o japa era um dos intermediários nos ajustes das delações premiadas, com o Juiz; que já respondeu a inquérito, por contrabando na fronteira, que já esteve preso temporariamente, pelo mesmo motivo, que já quase foi exonerado a bem do serviço público... E olha você órfão de novo. E você, quase que como única opção, somos todos Moro, o justiceiro, o homem que vai acabar com a corrupção, vai por ordem nesse país... E eu... Lula. Aí, de repente, não mais que de repente, como afirmou um poeta de esquerda, me aparece um certo Tacla Durán e, mais que repetir as acusações tantas vezes repetidas por outros, apresenta as provas, insofismáveis, irretocáveis, inquestionáveis, indiscutíveis, indubitáveis, incontroversas, irrecusáveis e mais tantos adjetivos sinônimos a sua limitada cabecinha queira dar: o seu ídolo, ícone da honestidade, arauto do tudo certinho, é um vendedor de sentenças, um manipulador de processos, um adulterador de datas e extratos bancários, um censor colocador de tarjas pretas sobre os nomes dos bandidos amigos, um fraudador, uma farsa jurídica a serviço da Cia. Ei-lo órfão de novo, de novo procurando onde se apoiar, sem um paizinho em quem possa confiar. Meu caro coxinha! Você sabe a diferença entre as famílias honestas, normais e os bandos de degenerados? Nas famílias normais, cada um sabe quem é o seu pai, o mesmo, do nascimento à morte, não precisa ficar procurando. Timboré Takanuku, o japonês mauzinho Rio, 04/12/2017. PS: isso é pra você não ir mais à página do meu copydesk, provocar. Entendeu, ameba despentelhada?

                        =================================
Davi Corrêa:

"Moro desbloqueia Dinheiro de Lula (Previdência) pq é Lícito!"

E vamos combinar q é a operação "leva-jeito" deflagrada toda contra Lula que é ilícita...


                                                                  que documentos foram forjados p/incriminar Lula (fraudaram pilhas de documentos) , QUE NÃO EXISTEM PROVAS CONTRA LULA, QUE DELAÇÃO NÃO É PROVA:  É A PALAVRA DO OUTRO CONTRA A MINHA PALAVRA 

E Q A "LEVA- JEITO" - não lava corrupção nenhuma - FOI MONTADA P/ EXTERMINAR COM LULA, PT E ESQUERDA, SÓ ISSO, SOMENTE ISSO.

PQ. A IRMÃ DO AÉCIN FOI LIBERADA ATÉ DE PRISÃO DOMICILIAR, 

A MULHER DO CUNHA INOCENTADA , ASSIM COMO OS "ABIGUINHOS" TODOS DO JECA-TATU DE CURITIBA....

E ATÉ O DOLEIRO YOUSSEF (MESMO DO CASO BANESTADO - DO MESMO MORO), DESFRUTA DE UMA PRISÃO DOMICILIAR 10 ESTRELAS...

ENTÃO, NÃO ME VENHAM DIZER QUE A "LEVA-JEITO" FOI MONTADA PRA PEGAR CORRUPTOS, PQ. NÃO FOI: 


SÓ PEGOU INOCENTES, BOTOU NA CADEIA E NÃO SOLTOU MESMO DEPOIS DE INOCENTADOS, FEITO O VACCARI...


#AnulaDeUmaVezEssaLavaJatoEAcabemLogoComEssaPalhaçadaToda

Nenhum comentário: